quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

O nosso calendário do Advento

Para vos falar sobre o Calendário do Advento... digamos que é uma tradição tão mas tão antiga que perdi um pouco a mão na forma como vos contarei onde surge verdadeiramente esta sua origem. 
A verdade verdadinha, é que nem quero aprofundar muito essas raízes que para aqui pouco importam, antes interessa-me explicar-vos que apesar desta calendarização não ser um hábito brasileiro, consta que um certo velhinho luterano alemão vosso über-ancestral-ascendente do clã Bongabongabergeniano fazia uma curiosa contagem nas 4 semanas anteriores  ao nascimento de Jesus. 
A ancestral contagem começava no primeiro dia de Dezembro e seguia até ao dia 25.
E se essa contagem era apontada com um singelo risco de giz na porta de sua casa, alguns Bongabongabergerianos das gerações seguintes teriam certamente meios mais criativos de marcar os dias, como acender uma vela por dia.
Consta que alguns, em anos de maior escassez e lassidão, só alumiavam uma vela por semana perfazendo as 4 velas das quatro semanas no total. 
Consta ainda que havia quem as pendurasse, às 4 velas, numa coroa de Advento (quem sabe foi também aí a génese das actuais guirlandas). Havia ainda outros descendentes Bongabongabergerianos mais religiosos que penduravam um santinho na parede a cada santo dia. 
Estas 4 semanas representam ainda nos dias de hoje um tempo de espera e esperança, de nos sentirmos atentos, vigilantes, preparando-nos alegremente para a vinda do Senhor... ou do Pai Natal, ou no que cada um acredita ser o melhor Natal, com todos os requintes gastronómicos e dias de intensos preparos. Alguns destes dias vamos destacá-los do nosso calendário muito especial de 1 a 25 de Dezembro recheado com as nossas próprias recordações e emoções, para vosso deleite. Aqui ficam abertas as nossas quatro janelas, quatro momentos natalícios bem especiais que destacamos de todos os outros que nos preenchem a alma.
Natal... uma data que esperamos o ano inteiro. Festa gostosa, reunião de família!!! Aliás, a parte mais importante do Natal é a reunião de família. Afinal é a comemoração de um aniversário e nos aniversários reunimos os dois tipos de família que temos na vida: a família de sangue, aquela em que nascemos e crescemos e aquela família que conquistamos ao longo da vida que são nossos amigos, que são a família que escolhemos e que se torna parte de nós para sempre. Nossos dias são sempre melhores com nossas famílias não é???
O Natal é a época do ano em que mais sentimos falta daqueles que já se foram ou dos que estão longe, tempo de boas recordações!!! Natal pede coração, pede contato de pele, abraços e alegrias, aquele bolo da vovó, aquela malandragem do vovô, um abraço aconchegante dos pais e o carinho de um grande amigo.
No Natal as pessoas estão com o coração repleto de amor, então talvez esta data seja aquela em que mais nos renovamos de bons sentimentos. Por essa razão, diga a quem você ama a amplitude desse amor sempre que puder,não perca as oportunidades, elas podem ser únicas.
A que a vida não é medida pelas vezes que respiramos, mas sim pelas vezes em que perdemos o ar, seja de tanto rir, de tanto chorar, de surpresa, de alegria... e onde temos esses nossos momentos de falta de ar??? Com nossas famílias claro!!!
À todos vocês meus desejos de muita falta de ar neste Natal!!!

Ainda de volta dos preparativos para a viagem, as bagagens da família toda, os presentes e tudo tudo... nossa até o esmaltar ficou pra depois..., a nossa Katy vai conseguir escrever só quando aterrar na sombra já com as crianças na piscina. Uffff, esperamos a edição deste post e o texto da Katilene.









Para mim, Véspera de Natal é um dia que já amanhece com cheiro. Cheiro de chester assando, de batata cozinhando, de chocolate derretendo. Cheiro de arranjo de flores decorando a casa, de papel de presente sendo manuseado para embrulhar aqueles comprados em cima da hora, como todo ano acontece, apesar das inúmeras promessas de fazer tudo com antecedência no próximo. Véspera de Natal tem cheiro de preparativos, de ansiedade, de expectativa. É aquele dia em que todo mundo se ajuda num trabalho intenso, para que a noite seja inesquecível, como nos anos anteriores. 
Noite de tradição. Primeiro a entrega dos presentes, com muitos abraços, beijos, risos e fotos. Em seguida, a tão esperada ceia, já que nesse momento estão todos famintos. E é aí que a mágica acontece: a família se reúne ao redor daquela linda mesa decorada, cheia de delícias que deram um trabalhão pra fazer mas que valeram a pena, todos com um sorriso tão genuíno no rosto que é impossível duvidar da felicidade que paira no ar.
E quando digo família, me refiro ao coração. Àquele sentimento de pertencer um à vida do outro, ao amor incondicional que independe de laços consanguíneos. Não precisamos dividir um sobrenome ou uma árvore genealógica pra nos denominarmos família, muito pelo contrário. Só precisamos nos amar. 
Desejo que nesta Véspera de Natal possamos todos sentar ao redor de uma mesa linda e deliciosa, olhar nos olhos daqueles a quem chamamos família, e cear sorrindo, certos de que é felicidade o sentimento comum que habita nossos corações.
Eu fui educada em uma família extremamente católica. Meus pais sempre tentaram passar para as 3 filhas e o neto que o Natal vai muito além de troca de presentes. Natal é o dia do nascimento de Jesus. E, assim como Ele, temos que ter espírito bondoso. Ele foi um dos maiores exemplos de como devemos ser. De como devemos amar, respeitar e ter fé. Não tem dia melhor para colocarmos a nossa cabeça no travesseiro e pensarmos o quê podemos fazer para sermos seres humanos melhores! E, podemos não mudar o mundo mas, com certeza, com pequenas atitudes, podemos fazer do nosso mundo muito melhor. Vamos parar de nos preocupar com aparências e, sim, com o interior das pessoas. Vamos ajudar um cego ou um idoso a atravessar a rua. Vamos comprar um pão pra o faminto. Vamos parar de julgar o próximo. Vamos parar de reclamar. Vamos agradecer todos os dias pelo que quer que tenha acontecido. Vamos adotar os animais abandonados. Vamos amar as crianças, os velhos, os pais, os vizinhos, os amigos (reais, virtuais), o trabalho, o chefe, o inimigo, o desconhecido... O amor... só ele é capaz de mudar o mundo! Se espalharmos amor, receberemos amor! Que tal usarmos esse dia 25 de dezembro de 2013 para sermos melhores?
Para fazermos algo de bom e mudarmos o dia de algum desconhecido ou conhecido? Não vai custar nada ou quase nada e, com certeza, os nossos corações se encherão de alegrias. Então, acho que a mensagem do Natal é essa. Pelo menos, foi o que meus pais sempre tentaram passar pro pessoal, aqui em casa! Ame! Ame! Ame! Ame a todos e a toda criatura! E, vale lembrar que, apesar de eu ter citado a minha religião, o espírito bondoso e o amor não têm nada a ver com religião, igrejas, crenças e afins! Qualquer pessoa é capaz de praticar!
Um feliz Natal! Que seja abençoado, cheio de alegria, realizações e AMOR!

E, agora, seguem as lindas esmaltações que todas nós preparamos com muito carinho e muito espírito natalino!





















9 comentários:

  1. Own que amooooorrrrrr!!!!
    Tenho orgulho de fazer parte de um grupo tão unido e sincero como o nosso, vcs fazem parte da minha vida, quero pra sempre ao meu ladinho!!!
    Um feliz Natal pra todas ❤️

    ResponderExcluir
  2. Feliz Natal Minhas lindas!!!! Beijo grande no coração de todas!!!!

    ResponderExcluir
  3. Feliz Natal meninas!
    Que o bom velhinho traga esmaltes lindos para vcs!
    FELIZ NATAL!

    Uma beijoca
    Nanda
    Maquiada & Esmaltada

    ResponderExcluir
  4. ain.. ficou tudo lindo! Feliz Natal, meus amorecos!

    ResponderExcluir
  5. FELIZ NATAAAAALLLLLLL!!!!

    Amei esse post! <3

    ResponderExcluir
  6. Ameeei tudo!!

    Feliz Natal, queridas!!

    ResponderExcluir
  7. Lindas!!
    Muito bom fazer parte dessa família!
    Feliz Natal a todas!!

    ResponderExcluir
  8. adorei as unhas, meninas...
    arrasaram^^

    bjos

    ResponderExcluir

E o seu comentário hoje é...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...